2017

Bom 2017 a todos

3 de jan de 2013

Tabletes

O Governo Federal (MEC) está para distribuir tabletes digitais para os professores de escolas públicas (com o SO Android). Anunciado para 2012, ficou para 2013.
Aqui, no Rio Grande do Sul, o projeto de uso desses aparelhinhos está engatinhando nas escolas. Algumas delas já receberam os seus dentro do Província de São Pedro. Fico feliz que está pegando. Foi uma ideia que levantei na SEDUC há alguns anos: muitos laboratórios de informática educacional (LIEd) não são usados e, por vezes, não é por causa de professores despreparados, mas porque há limites cada vez maiores para a proposta de LIEds. Léa Fagundes é grande entusiasta e abrimos as portas para que ela pudesse fazer pesquisa com sua equipe.
Quem não lembra também do desafio de um laptop por criança com um custo de 100 dólares? A tecnologia está quase chegando lá.

Mas, voltando no texto, eu tinha proposto a ideia porque havia um problema crucial: escolas pequenas, isoladas, com pequena estrutura... não teriam como comportar o modelo rígido dos LIEd. Muita energia e muito espaço. Dois elementos que lhes carecem. Esses e outros problemas fizeram mais tarde que algumas escolas fossem selecionadas. O pessoal dos NTEs está empenhado no trabalho.
Os NTEs possuem muita gente qualificada para fazer diferença na educação pública.
[Um parênteses: Bem que poderia ter pego essa forma aportuguesada (tabletes). Ou então usar tábula. Sem remeter à tábula rasa, rs, rs.]

Pois não é que as tecnologias flash (que já foi Macromedia e hoje é Adobe) e java (que já foi Sun; hoje, Oracle) estão passando à margem dos novos gadgets?
Programadores estão encantados com HTML5 e outras soluções que estão por aí.
Nós, professores, temos muitos recursos educacionais disponíveis em flash e java e não podemos usá-los quando mudamos de hardware. Será que flash e java morrerão?
Enquanto isso, o pessoal da PhET está testando protótipos de suas simulações:
Seja um dos primeiros a experimentá-los em tabletes.

És um
usuário de iPad ou Android? Pois a equipe da PhET está ocupada trabalhando em um caminho para tornar as simulações mais populares compatíveis com tablets. No momento, o caminho é testar várias bibliotecas HTML5 com conselhos do Google e outros desenvolvedores de HTML5.

Gostaria de dar uma espiada nos avanços? Experimenta os protótipos em HTML5:   



Por favor, tem em mente que estas sims são protótipos. Muitas não são modelos completos de física, conjunto de recursos, e polimento look-and-feel das sims publicadas originalmente, mas eles querem mostrar o progresso até agora.


Abaixo, transcrevo a divulgação original da equipe PhET. 

Be One of the First to Experience our Sims on Tablets

Are you an iPad or Android tablet user? You'll be happy to hear that we've been busy working on a pathway to make our more popular sims tablet compatible. We've been prototyping sims and testing out various HTML5 libraries with advice from Google and other HTML5 developers.
If you would like to take a quick peek at our progress, try the HTML5 prototypes:
Please keep in mind that these sims are prototypes. Many lack the complete physics models, array of features, and polished look-and-feel of our published sims on our website, but we wanted to give you a sense of our progress so far.

Nenhum comentário:

Em destaque

Verbos

Atividade desenvolvida para planilha eletrônica pelo multiplicador Ademir dos Santos há alguns anos, resolvi colocar online usando recursos ...